FORGOT YOUR DETAILS?

Expositores da 30ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana aumentam faturamento em 32%

Publicado em 18/11/2020
Edição que marcou os 15 anos do evento foi realizada em três formatos: presencial, virtual e plataforma marketplace

A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) divulgou o resultado da 30ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP), que conta com a correalização do Sebrae. A edição mais recente alcançou o montante de R$ 7,2 milhões em negócios, durante os três dias de evento, de 14 a 16 de outubro. Devido à pandemia, o número de expositores e de compradores que participaram presencialmente foi reduzido para garantir que todas as medidas de biossegurança fossem cumpridas. Os 40 expositores que participaram do evento tiveram acréscimo de 32% no faturamento em relação à edição primavera/verão de 2019, o que representa a força da iniciativa, especialmente na retomada da economia para o Polo de Confecções do Agreste.

A 30ª RNMP já estava sendo preparada, desde o ano passado, para que houvesse a adesão de compradores e expositores ao e-commerce do evento, com o objetivo de que o ecossistema da Rodada de Negócios fosse fortalecido também no período entre as edições. A pandemia do novo coronavírus acelerou o processo de transformação digital para as empresas, em virtude da necessidade de manutenção dos negócios, que encontram na Rodada um evento que se antecipou a essa inclusão tecnológica. Além da plataforma marktplace, onde continuarão acontecendo as transações comerciais iniciadas no evento, os lojistas do grupo de risco puderam participar do evento de forma retoma, através de salas digitais, onde tiveram todo o suporte para efetuar as compras dos produtos que irão abastecer as vitrines de suas marcas.

“A Rodada de Negócios tem se mostrado em todos esses anos como um agregador de valor ao produto do nosso Polo de Confecções. Caruaru e todas as cidades da nossa região são beneficiadas com esse ganho a mais para cada um dos confeccionistas, o que por consequência gera renda e desenvolvimento para região. Os desafios anteriores eram o melhoramento do produto e atender o mercado fora de Pernambuco e fora do Nordeste. Agora, os desafios foram de retomada nesse momento de pandemia e de atender o mercado do Brasil. Acredito que as oportunidades que temos são enormes. A Acic não poderia deixar de fazer esse evento estimulante que traz esperança de dias melhores e mostra nossa força de superação, explorando o nosso potencial empreendedor em múltiplas frentes”, avaliou o presidente da Acic, Luverson Ferreira.

O coordenador do evento, Wamberto Barbosa, ressaltou o papel que a RNMP cumpre na recuperação econômica do setor. “Esse é um momento muito importante do setor como um todo. Estamos passando por um ano difícil, mas essa fase de retomada, de voltar com as atividades em um evento estruturado e inovador, como é a Rodada de Negócios, marca a presença do produto pernambucano no varejo nacional!”, disse. A RNMP tem o patrocínio do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), do Banco do Nordeste e do Governo Federal. Além disso, conta com a parceria do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), da Associação Comercial e Industrial de Toritama (Acit), da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) e do Sindicado das Indústrias do Vestuário do Estado de Pernambuco (Sindivest/PE).

30ª edição da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana marca retomada do Polo de Confecções do Estado

Publicado em: 05/10/2020
Além da adoção de protocolos de segurança, em virtude da pandemia de Covid-19, evento contará com plataforma B2B para que grupo de risco participe remotamente

Realizada há 15 anos pela Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e correalizada pelo Sebrae, a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP) chega à sua 30ª edição, de 14 a 16 de outubro, com o objetivo de contribuir com a retomada da economia, especialmente para o setor têxtil e de confecções, um dos mais afetados pela crise do novo coronavírus. O evento, que será sediado pelo Polo Caruaru, adotará os protocolos de segurança exigidos pelos órgãos sanitários e ocupará uma área de, aproximadamente, seis mil metros quadrados, o que favorecerá o distanciamento recomendado. A grande novidade da 30ª RNMP será a implantação da plataforma B2B.

O coordenador do evento, Wamberto Barbosa, ressalta que esta edição foi pensada para atender todas as medidas de segurança que minimizam os riscos de contaminação da Covid-19, além de incluir o público que não poderá participar presencialmente. “A Rodada irá marcar o novo momento que vivemos com o processo de retomada das atividades econômicas. Estão sendo tomadas diversas medidas de biossegurança de forma a prover maior proteção a todos os participantes do evento. Além do modelo presencial, será utilizada, pela primeira vez, a plataforma digital B2B, que permitirá aqueles que se encontram no grupo de risco da pandemia participarem de forma remota, tendo acesso a todo o conjunto de produtos ofertados pelas marcas expositoras”, afirma.

A plataforma funciona business-to-business, que é quando duas empresas fazem negócios como cliente e fornecedor. Através da nova ferramenta, a iniciativa busca aderir à tecnologia, atender a demanda do grupo de risco, incentivar as empresas a continuarem fazendo negócios após a Rodada e obter um controle de quanto o evento gera de movimentação financeira, durante o ano. Ainda de acordo com Wamberto Barbosa, a conexão que a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana faz entre fornecedores e lojistas de todo o país será ainda mais significativa no cenário pandêmico. “É a retomada do Polo de Confecções de nosso Estado permitindo que, mais uma vez, os produtos pernambucanos estejam presentes nas principais redes e lojas de varejo do Brasil no fim do ano”.

Para o presidente da Acic, Luverson Ferreira, a realização da Rodada de Negócios reafirma o empenho da Associação para a retomada das atividades econômicas, seguindo os protocolos de biossegurança. “Temos atuado em diversas frentes, junto aos poderes públicos e à iniciativa privada, para que juntos possamos sair dessa situação tão difícil mais fortalecidos e com empresas mais competitivas também. É uma fase de adaptação para as empresas do Polo de Confecções que têm trabalhado com toda dedicação para que seus negócios superem essa crise. A tecnologia exerce um papel fundamental nesse processo e por isso estamos fazendo ela mais expressiva na Rodada”.

O mix da 30ª RNMP contará com 12 segmentos: surfwear, streetwear, praia, fitness, moda íntima, bebê, infantil, jeans, modas feminina e masculina, além de bolsas, calçados e acessórios. A RNMP tem o patrocínio do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), do Banco do Nordeste e do Governo Federal. Além disso, conta com a parceria do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), da Associação Comercial e Industrial de Toritama (Acit), da Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (Ascap) e do Sindicado das Indústrias do Vestuário do Estado de Pernambuco (Sindivest/PE).

TOP